ARRECADAÇÃO ENCERRADA

O movimento em prol da saúde VemPraGuerra encerrou nessa sexta feira, (17/04), a campanha de arrecadação em apoio ao Hospital das Clínicas da USP.

Os resultados oficiais das doações Pessoa Física e Pessoa Jurídica serão contabilizados e informados em todas nossas plataformas.

O Hospital das Clínicas segue captando em sua plataforma oficial de doações. Acesso, apoie, divulgue: viralcure.org/hc.

Agradecemos o apoio!

SOBRE O #VEMPRAGUERRA

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, está na linha de frente do combate ao avanço da pandemia e preparou a maior operação de sua história com a liberação de 900 leitos para enfrentar a ameaça do Novo Coronavírus.

Desse cenário, nasceu o movimento #VemPraGuerra, que uniu médicos e profissionais de diversas áreas, por meio de trabalho voluntário. Nosso objetivo é convocar a sociedade civil para participar da batalha contra o novo coronavírus através da arrecadação de fundos para a compra de materiais hospitalares, essenciais para essa nova demanda.

META

A nossa meta é atingir 10 milhões de reais que serão destinados totalitariamente para a compra de equipamentos hospitalares essenciais, dentre eles:

  • 80.000 máscaras N95;
  • 1.340.000 máscaras cirúrgicas;
  • 13.400 litros de álcool gel;
  • 90.000 aventais;
  • 422.000 toucas;
  • 3 máquinas portáteis de raio-x

Tais recursos serão utilizados nos próximos 2 meses de trabalho, segundo as projeções de aumento dos atendimentos.

O #VemPraGuerra convoca você a ajudar no combate dessa pandemia: doando diretamente aos que estarão na linha de frente!

Na Mídia

Reportagens

Apoiadores

Perguntas Frequentes #VemPraGuerra

  • Os Equipamentos de Proteção Individual (EPI), permitem que os profissionais de saúde possam trabalhar de forma segura em ambientes contaminados pelo vírus. Máscaras cirúrgicas e máscaras N95, por exemplo, tiveram aumento exponencial de demanda. Além disso, com bloqueio de fronteiras entre países, fechamento de comércio e fábricas, formou-se uma atmosfera desfavorável para o abastecimento destes produtos, resultando numa escalada de preços. Diante de tal situação, ainda que recursos estaduais estejam sendo mobilizados para crise, acreditamos ser imprescindível nos organizarmos como sociedade para ajudar nessa causa.

  • A verba hospitalar se dá por meio de duas formas: Governo Estadual e Fundação Faculdade de Medicina, que é uma entidade privada, sem fins lucrativos criada pelo antigos alunos da Faculdade de Medicina da USP para apoiar a Faculdade e o Hospital das Clínicas. A compra de materiais para os hospitais do complexo se dá por meio da Direção do Núcleo de Infraestrutura e Logística do Hospital das Clínicas, que em uma situação de emergência e crise, está autorizada a comprar insumos por cotações no mercado, acelerando a chegada de novos recursos.

  • O hospital acaba de receber verba do Governo Estadual para controle da epidemia vigente e para se transformar num centro de tratamento de coronavírus. No entanto, analisando o cenário atual, encontramo-nos em estado emergencial de demanda de equipamentos, o que requer medidas rápidas de auxílio financeiro e participação popular. Ainda que neste momento o Hospital das Clínicas possua recursos, não podemos deixar de nos preparar para os piores cenários, como observado, por exemplo, na Itália.

  • O dinheiro das doações irá diretamente para uma conta designada especificamente para a Fundação Faculdade de Medicina, uma das entidades responsáveis pelo financiamento do complexo do Hospital das Clínicas. O responsável pelo gerenciamento da conta será o Coordenador do Núcleo Econômico Financeiro do HC, que repassará a verba para a compra dos materiais abaixo citados. A Fundação Faculdade de Medicina (FFM) é uma entidade privada, sem fins lucrativos, reconhecida por seu caráter filantrópico, criada em 1986 pelos antigos alunos da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) para atuar na promoção do ensino, pesquisa e assistência em saúde e apoiar as atividades da Faculdade e do Hospital.

  • Segundo as estimativas da Direção do Núcleo de Infraestrutura e Logística do HC-FMUSP, em um mês comum são necessários, em média, 5.700 máscaras N95, 135.000 máscaras cirúrgicas, 1.330 litros de álcool em gel, 15.000 aventais e 105.000 toucas. Com a epidemia do novo Coronavírus prevê-se que mensalmente serão necessárias 40.000 máscaras N95, 670.000 máscaras cirúrgicas, 6.700 litros de álcool gel, 45.000 aventais e 211.000 toucas. No entanto, esse não é o único desafio. Por conta da alta demanda nacional, os preços desses insumos aumentaram desproporcionalmente. Além disso, para evitar que pacientes contaminados se desloquem pelo hospital, colocando outros doentes, sem COVID-19, em risco o HC solicita três máquinas de Raio-X portáteis, no valor unitário de aproximadamente R$ 770.000,00. Considerando-se os recursos para aproximadamente 2 meses, buscamos o objetivo de R$ 10.000.000,00.

  • Sim! É possível doar materiais e medicamentos diretamente ao Hospital das Clínicas através da comunicação pelo email oficial: hcdoacao.corona@hc.fm.usp.br.
    Esse email encontra-se na página oficial de arrecadação de recursos ao HC durante a pandemia: http://hc.fm.usp.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1456:doacoes-covid19&catid=27&Itemid=226
  • O #VemPraGuerra objetiva a mobilização da sociedade em prol do combate a um inimigo em comum: o COVID-19. Sabemos que as consequências da pandemia se estenderão muito além da área da saúde, incluindo a esferas econômica, social e cultural. Sendo assim, entendemos que todos os cidadãos devem se empenhar no combate ao novo coronavírus. Percebemos, neste momento delicado, que há muitas pessoas em casa, com a sensação de impotência e, por isso, objetivamos a ação de cada um, sem sair de casa: através da doação de recursos para aquisição de materiais de proteção aos profissionais de saúde.
Tem outras dúvidas? Manda um e-mail para movimentovempraguerra@gmail.com.

Dados Relevantes

Dados sobre o coronavírus

O SARS-Cov-2 é um vírus que se aloja nas vias aéreas, podendo causar sintomas respiratórios. Sua transmissão se dá por meio de gotículas e acredita-se que cada pessoa possa contaminar de 2 a 3 outras. Há cerca de 3 semanas, tivemos o primeiro caso confirmado e no dia 25 de março já são mais de 2400 casos e 50 mortes. Considerando a evolução da doença em outros países, estimamos um aumento exponencial do número de casos nas próximas semanas.

Dados sobre o Hospital das Clínicas da USP

O Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo é o maior complexo hospitalar da América Latina. Com 75 anos de história, 600 mil metros quadrados de área e 11 institutos, o complexo possui 19 mil colaboradores, 2500 leitos e realiza mais de 1,4 milhão consultas ambulatoriais por ano, 160 mil atendimentos urgências e emergências e 47 mil cirurgias. São 66 laboratórios de investigação médica, com mais de 200 grupos de pesquisa buscando constantemente desenvolver e promover a excelência no ensino e pesquisa.

Tendo como pilares fundamentais Ensino, Pesquisa, e Assistência, o HC está na linha de frente na guerra contra o coronavírus. O hospital vem se mobilizando desde o início da disseminação do COVID-19, tendo organizado um Pronto-Atendimento somente para casos suspeitos, isolado do restante do hospital, aumentado sua capacidade de leitos de terapia intensiva e vem realizando treinamentos sistemáticos de seus funcionários. Além disso, suspendeu grande parte de seus atendimentos ambulatoriais para mobilizar a maior quantidade de pessoas para o atendimento dos doentes urgentes.

Recentemente, foi iniciada a maior operação da história do Hospital das Clínicas, que propõe a liberação de 900 leitos destinados ao combate do COVID-19.

Mais informações sobre as instituições

https://www.hc.fm.usp.br/

http://www.ffm.br/

Equipe #VemPraGuerra

Em parceria com:

Superintendência HC: Antonio Jose Rodrigues Pereira

Fundação Faculdade de Medicina da USP: Prof. Jose Otávio Costa Auler Junior

  • Albert Mazuz
  • Alex Faiwichow
  • Alexandre Vasserman
  • Ayumi Tomishige
  • Bruno Montico Costa
  • Caio Fernandes Alfieri
  • Dan Novachi
  • Eduardo Mitelman
  • Fabianna Mainier
  • George Queiroz
  • Guilherme Souza
  • Gunter Sarfert
  • Gustavo Bezerra
  • Heloisa Aun
  • Hugo Metzger
  • James Feeler
  • João Paulo Possos Ferreira
  • Júlia Ferraz
  • Júnior Santos
  • Lucas Wagner
  • Marcela Butros
  • Marco Avanzi
  • Mariana Montag
  • Mark Traiman Coji
  • Natsumi Tomishige
  • Patrícia Melhem
  • Pedro Alexandria
  • Pedro Bacchi
  • Ramon Ballverdú
  • Renilson Barros
  • Ricardo Martins
  • Ricardo Vasserman
  • Tatiane Menezes
  • Thiago Murakami
  • Thomas Maghidman e colaboradores